Mudanças no Instagram e o futuro das redes sociais

Provavelmente, a primeira coisa que surgiu no seu feed do instagram nessa segunda feira (28/03) foi alguém te pedindo para ativar as notificações do perfil dela no seu. Isso foi chamado de “a corrida das notificações“. Isso aconteceu devido ao boato de que as mudanças no algorítimo do Intagram, já anunciadas faz um tempo pelos diretores da rede social, ocorreriam nessa terça feira (29/03).

Bem, essa grande mudança não aconteceu na terça, mais vai acontecer, e isso será um marco para o futuro das redes sociais.

Quais foram as mudanças?

A mais importante é a mudança no algorítimo que determina a ordem dos posts no feed (timeline) do usuário. Desde de 2010 o feed das postagens seguia a ordem cronológica, com esse novo algoritmo, as postagens apareceram de acordo com a relevância de interesse para o usuário.

Basicamente, você verá no seu feed o que o instagram achar que é conteúdo relevante para você. Essa mudança não aconteceu ainda (como todos estavam prevendo para o dia 29/03). Mas já está sendo testada em alguns grupos de usuários.

Outra mudança importante é em relação aos vídeos. Antes, você só conseguiria postar vídeos curtos, de duração máxima de 15 s. Agora, o tempo disponibilizado é de 60 s. Isso abre um leque de oportunidades em relação a forma de se trabalhar com a rede social.

Provavelmente, essa mudança é uma adaptação à tendencia de consumo de conteúdo através de vídeos. As previsões são para que em 2020 a quantidade de vídeos seja equivalente a de texto.

O instagram está deixando de ser a rede social das “selfs”, para se tornar um rede social voltada para negócios. A experiencia do usuário dessa rede está mudando consideravelmente.

Com as mudanças houve também um “bug”. Muitos usuários se queixaram de não conseguir das suas contas. Mas esse “bug” foi sanado ontem mesmo (30/03), segundo o próprio instagram informou.

Reações contrárias e resposta da empresa

O Público realmente não ficou contente com a mudança do feed nas timelines, na verdade, chegaram até a fazer um abaixo assinado, que contou com mais de 350.000 assinaturas virtuais,  porém isso não mudou a posição da empresa que reafirmou que a mudança ocorrerá, e que não há uma data certa para faze-la.

Essa foi a resposta que o instagram postou em seu perfil no twitter:

Estamos ouvindo e garantimos que nada está mudando no seu feed agora. Prometemos que vocês saberão quando mudanças mais amplas ocorrerem”, escreveu em seu perfil no Twitter.

No que isso implica para o futuro das redes sociais?

O facebook, que é o dono do instagram e do whatsapp, tem uma visão clara sobre como ele deseja o futuro para as redes sociais. Na verdade, ele só é hoje a maior rede social do mundo graças a essa visão.

Tanto o facebook tem a mesma filosofia do google, que é priorizar a experiência do usuário e ganhar dinheiro com isso. A utilização de algorítimos para classificar conteúdo já é uma estratégia antiga do google, que o facebook incrementou em sua rede o seu próprio algorítimo que calcula o grau de relevância das postagens para que apareça na timeline (feed de notícias) do perfil dos usuários.

De forma que hoje, para se ter uma ideia, é quase impossível de se trabalhar organicamente (sem ser pago) na rede. Se você tem uma fanpage, provavelmente apenas 6% das pessoas que curtiram e a seguem terão seus posts em suas timelines. Isso força cada vez mais o impulsionamento de publicação, a utilização de anúncios pagos.

Mas o que isso tem haver com o futuro das redes sociais? Tudo!

No final do ano passado (2015), começaram os posts patrocinados no instagram, porém somente as grandes marcas poderiam anunciar. Hoje, praticamente em qualquer campanha no Face Ads você pode estende-la para o instagram por um custo por clique, ou custo por mil, baixíssimo.

A tendência do futuro das redes sociais será: segmentar para vender. Pense bem, onde você tem mais acesso a informações sobre o usuário do que nas redes sociais? Não falo somente das informações que você preenche no seu perfil, mas principalmente as interações que você faz quando está nela.

Essa segmentação não é ruim, faz parte da principal característica das mídias digitais: a mensuração completa. Poder medir os resultados, tudo isso é importantíssimo para o sucesso de suas estratégias de marketing digital da sua empresa.

Quer saber como montar uma estratégia de marketing nas redes sociais que realmente funcione? Então clique aqui!

Aqui na PULSE nos preocupamos com resultados, e queremos garantir os meios para que você alcance eles para a sua empresa.

Espero que esse conteúdo tenha sido útil de alguma forma para você e o sucesso do seu negócio, afinal, esse é o nosso objetivo! Qualquer dúvida sinta-se à vontade para deixar seu comentário ou entrar em contato.

Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *